Impotência sexual e suas consequências psicológicas

Sem dúvidas, o sexo possui um papel muito importante na vida de uma pessoa e na relação de um casal. Por isso, ao sentir-se impotente, por mais que seja temporariamente, o homem entrará em um estado de desespero generalizado, como uma ferida que atinge diretamente a virilidade masculina.

Por isso, para a maioria dos homens, a impotência sexual ainda é um grande tabu, afinal, não é nada simples tratar abertamente do problema por insegurança, medo e pela grande quantidade de informações erradas que são compartilhadas.

Consequentemente, há também uma maior demora em procurar ajuda e pesquisas mostram que um homem pode levar até 4 anos para procurar ajuda médica, o que dificulta o tratamento.

A sexualidade masculina

A sexualidade masculina é marcada por um grande clichê que diz que o desempenho sexual masculino tem relação com o tamanho do pênis. No entanto, essa ligação só acontece no imaginário do homem que se sente mais confiante quando o tamanho do seu pênis é maior, fortalecendo sua identidade.

O fato é que para o homem, a ereção é um ato de poder, sentindo-se capaz de desejar e satisfazer a parceira. Por isso que existe uma cobrança muito grande a respeito do seu desempenho.

Evitando o contato íntimo

Quando o homem percebe a possibilidade de estar sofrendo de impotência sexual, a sua primeira reação é sempre começar a evitar a intimidade e o contato sexual.

Isso porque o problema causa um abalo emocional tão grande que a maioria dos homens preferem não criar envolvimento em atividades sexuais do que tentar, falhar e acabar se sentindo incapaz novamente.

O fato é que o envolvimento repetitivo em relações sexuais é como uma lembrança recorrente de falta de masculinidade e virilidade. A partir de então, o sexo, que deveria ser um momento acaba se tornando uma fonte de depressão e muito desconforto.

Além disso, os homens que sofrem com esse problema ainda podem apresentar um grande sentimento de inadequação, afinal, o sexo é algo muito importante para a vida de todos.

Normalmente, isso tudo vai se acumulando e levando a pessoa a apresentar um declínio na intimidade de seus relacionamentos, podendo acarretar, inclusive, podendo acabar com uma relação.

Nesses casos, é importante, claro, que a parceira seja uma fonte de apoio para que o homem possa se sentir acolhido e amado. No entanto, também é essencial que o homem procure ajuda médica e realize o tratamento conforme o indicado.

A maioria dos problemas psicológicos podem ser resolvidos até com remédios naturais simples como o Tittanus, juntamente com algumas poucas sessões de conversa com um psicólogo.

Além disso, conversar com a parceira, se abrir e até mesmo desabafar é um processo que realmente funciona e ajuda a resolver o problema na maioria dos casos, desde que a parceira saiba compreender e dar suporte para o namorado ou marido, isto é algo muito importante.

E lembre-se, se acontecer de falhar alguma vez na hora H, não se desespere, nem deixe  de buscar ter relações, pois comportamentos assim, só tendem a piorar o problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *